top of page
hotmart i (4).png
  • Foto do escritorMaria

✧ 14/11 /2023 ✧ Como um rio ✧Maria

Hoje, minha inspiração veio de uma poesia de Mario Quintana.

Poesias sempre me fazem refletir, pensar na minha própria existência.

Espero que seja inspiração para o seu dia também!





Deixa-me seguir para o mar


Tenta esquecer-me... Ser lembrado é como evocar-se um fantasma... Deixa-me ser o que sou, o que sempre fui, um rio que vai fluindo...

Em vão, em minhas margens cantarão as horas, me recamarei de estrelas como um manto real, me bordarei de nuvens e de asas, às vezes virão em mim as crianças banhar-se...

Um espelho não guarda as coisas refletidas! E o meu destino é seguir... é seguir para o Mar, as imagens perdendo no caminho... Deixa-me fluir, passar, cantar...

toda a tristeza dos rios é não poderem parar!

Poema de Maria Quintana



Gosto da ideia de me comparar a um rio.

Gosto de pensar que sou como ele.

Que segue correndo, fluindo, vencendo obstáculos...

Me comparo a um rio qualquer que ora flui bravamente, ora mingua até quase secar.

Porque mesmo que ele siga seu caminho sendo só um filete d'água, mesmo que ele tenha seu curso alterado, ele não deixa de ser rio.

Ele conhece a sua essência.

Sabe que seu destino é desaguar no mar.

Seu destino é transformar-se.

Deixando o que se é, para então abraçar o novo.

O que era rio, ficou pra trás. Já não importa.

A realidade ganha outra forma e proporção.

Novas possibilidades se apresentam, de forma que o rio já não é mais o mesmo da nascente.

Aceitando sua nova condição, ele pode ser grande, poderoso!

Como um rio, quero aceitar melhor as cheias e as vazantes da vida.

Me deixar levar sem medo pelo seu fluxo.

Até que um dia, graciosamente, eu me permita desaguar no mar.


Com amor,

Maria




MÚSICA ⋆ River flows in you⋆ CLIQUE AQUI para ouvir no YouTube ⋆ CLIQUE AQUI para ouvir no Spotify

0 comentário

Comments


bottom of page