top of page
hotmart i (4).png

✧ 20/10/22 ✧ A Serpente e o Sábio ✧ LEIA AQUI

Para honrar aqueles que guardam as suas costas, defenda a sua frente!



A Serpente e o Sábio


Contam as tradições populares da Índia que existia uma serpente venenosa em certo campo. Ninguém se aventurava a passar por lá, receando-lhe o assalto.

Mas um santo homem, a serviço de Deus, buscou a região, mais confiado no Senhor que em si mesmo.

A serpente o atacou, desrespeitosa. Ele dominou-a, porém, com o olhar sereno, e falou:

– Minha irmã, é da lei que não façamos mal a ninguém.

A víbora recolheu-se, envergonhada.

Continuou o sábio o seu caminho e a serpente modificou-se completamente. Procurou os lugares habitados pelo homem, como desejosa de reparar os antigos crimes. Mostrou-se integralmente pacífica, mas, desde então, começaram a abusar dela. Quando lhe identificaram a submissão absoluta, homens, mulheres e crianças davam-lhe pedradas.

A infeliz recolheu-se à toca, desalentada. Vivia aflita, medrosa, desanimada. Eis, porém, que o santo voltou pelo mesmo caminho e deliberou visitá-la. Espantou-se, observando tamanha ruína.

A serpente contou-lhe, então, a história amargurada. Desejava ser boa, afável e carinhosa, mas as criaturas perseguiam-na. O sábio pensou, pensou e respondeu após ouvi-la:

– Mas, minha irmã, ouve um engano de tua parte. Aconselhei-te a não morderes ninguém, a não praticares o assassínio e a perseguição, mas não te disse que evitasses de assustar os maus. Não ataques as criaturas de Deus, nossas irmãs no mesmo caminho da vida, mas defende a tua cooperação na obra do Senhor. Não mordas, nem firas, mas é preciso manter o perverso à distância, mostrando-lhe os teus dentes e emitindo os teus silvos.

Trouxe esse conto para nos lembrar de que o nosso espaço é sagrado.

Devemos sim confiar no alto, pois sabemos que Ele sempre protege os seus.

Mas que possamos fazer a nossa parte.

Não por medo, não por capricho, mas por respeito a nossa própria energia.

Mantenha o coração aberto e o olhar sereno.

Confia que mãos sagradas te cuidam, mas mantenha a tua guarda de pé.


Deixo vocês com um trecho de uma música do Gabriel o Pensador.

Até quando?


Muda que quando a gente muda o mundo muda com a gente

A gente muda o mundo na mudança da mente

E quando a mente muda a gente anda pra frente

E quando a gente manda ninguém manda na gente

Na mudança de atitude não há mal que não se mude, nem doença sem cura

Na mudança de postura a gente fica mais seguro

Na mudança do presente a gente molda o futuro

Até quando você vai levando porrada?

Até quando vai ficar sem fazer nada?

Até quando você vai ficar de saco de pancada?

Até quando você vai levando?


MÚSICA ⋆ CLIQUE AQUI

2 comentários

2 Comments


Maria
Maria
Oct 20, 2022

Maravilhosa reflexão, Danilo.

😍

Like

Higen
Higen
Oct 20, 2022

Quando eu era pequena, na escola, vivia sendo zoada pelo povo-e eu sempre fui muito ingênua. Aí na adolescência comecei a aprender artes marciais, na intenção de atacar. Porém, quanto mais aprendia, menos vontade tinha de atacar. Já me bastava saber que, se eu precisasse, eu poderia me defender no momento de perigo. E mais ainda, que por ser artista marcial, as pessoas logo assumiriam que eu era uma pessoa "perigosa" e era melhor "não mexer comigo".

Até hoje, só quem pensou assim foram pessoas que notadamente queriam me prejudicar.

Então valeu muito a pena!


Ser uma pessoa boa nunca implicou em ser uma pessoa sem instinto de autopreservação.

Like
bottom of page