top of page
hotmart i (4).png
  • Foto do escritorHigen

✧28/04/2023✧Finais✧ LEIA AQUI

Aceitar o final de alguma coisa sem saber como será depois: pesadelo ou oportunidade?

A verdade é que em muitos casos a gente nem tem a possibilidade de aceitar o final de algo ou não: por mais que a gente relute, esperneie, fique triste, as coisas terminam.


E ai o que nos resta?

Respirar fundo e seguir em frente.

Mesmo sem saber como será o dia seguinte.


Você já deve ter trombado com mensagens motivacionais do tipo: "o fim é o principio de uma oportunidade", não é?

E é verdade, todo final abre portas para que novas coisas possam acontecer. Mas onde encontrar a paz de espírito para caminhar rumo ao desconhecido? Como controlar o medo, a ansiedade, as mãos geladas, a incerteza, as noites sem dormir, as projeções de um futuro apocalíptico?

Pensando bem, por pior que seja uma situação, ela nem é tão ruim assim comparada com a incerteza do que vem depois, né?


A nossa mente foi projetada para nos proteger.

O problema é que, como um software sem ajuste, ela pode desembestar a acionar gatilhos de defesa do nada, e a nos colocar em estado de alerta o tempo todo- e sem nenhum perigo real. O perigo muitas vezes foi criado na nossa mente, que toma aquilo como verdade e começa a "trabalhar" em um plano de defesa.


É importante a gente conseguir perceber quando algo é criado na nossa mente, porque do mesmo jeito que "criamos", podemos destruir.

Se ouvir, aprender a se conhecer, é uma ferramenta importantíssima.


Agora, quando algo fora do nosso controle acontece, se encerra, e somos pegos desprevinidෆs, o que fazer?

Como lidar com a perda de um amigo querido, de algo que nos é caro?


Estou tentando descobrir também.


A Andréia falou que trabalhar nossa aceitação e não julgamento nos momentos em que estamos bem é uma boa forma de estarmos preparados nos momentos de medo.

Não julgar, não enterrar dentro de nós mesmෆs, não ignorar, apenas deixar vir, observar e deixar passar.

A gente lida com nossas emoções de um jeito estranho: temos medo de sentir felicidade, porque ela pode acabar de repente. Abraçamos a tristeza com força, mas não na direção de trata-la - apenas na intenção de "ganharmos" um pouco de tempo para não fazermos nada. E as vezes a gente simplesmente enterra lá no fundo as emoções e finge que nada aconteceu - o que é a receita certa para uma explosão num futuro não muito distante.


Sinta.

Deixe a emoção vir, olhe nos olhos dela.

E deixe que ela vá embora.


E não fique pensando no que pode acontecer depois de um encerramento (porque a gente sempre acaba pensando que tudo vai piorar).

Respire.

Deixe o novo ciclo se apresentar.

E vamos ver no que vai dar.



MÚSICA ⋆ LEAVE OUT ALL THE REST, Linkin Park ⋆ CLIQUE AQUI para ouvir no YouTube

1 comentário

1 Comment


Danilo Willian
Danilo Willian
Apr 28, 2023

Valeu jovem, precisava ler isso hoje 🙏🏻

Like
bottom of page