top of page
hotmart i (4).png
  • Foto do escritorHigen

Quem sou eu?

Vamos fazer um exercício rapidinho? Imagine-se com 10, 20, 30, 40 e 50 anos, e então responda: quem eu sou?




Precisei fazer um breve resumo sobre quem eu era para colocar aqui no Portal, e ai, pane no sistema.

Quem eu sou?

Pensei em falar das minhas conquistas profissionais, meus estudos, mas eu sou só o que eu trabalho?

Pensei em falar dos meus gostos, mas eu sou só o que eu gosto?

Pensei em falar em enigmas, não esclarecer muita coisa, pois nem eu me entendo, mas isso não iria responder a pergunta.


Então comecei a me imaginar com 10 anos de idade respondendo a esta pergunta simples.

E depois com 20, 30. E com 10 e 20, minha resposta focava em apenas um ponto, e nenhum deles era o que sou por completo.

Porém, percebi que a com 30 anos (hoje tenho 36) já era menos "material" e mais confusa.

Eu explico.

Com 10, 20 anos, eu era cheia de certezas. Hoje, tenho muitas dúvidas, me desconstruí e não sei exatamente como me reconstruirei. E assim percebi que olhar para nós mesmos no passado ajuda muito a entender nosso momento atual, a sermos menos duros com nós mesmos.


Se você quiser, pode se imaginar nas décadas seguintes, responder a pergunta e guardar. Daqui a alguns anos, imagina a sua cara ao ler a sua própria resposta!


Porque tudo está em constante mudança, o tempo todo. É só olhar para as suas certezas no passado para perceber isso.


Bora testar?



6 comentários

6 comentários


Maria
Maria
29 de set. de 2022

Essa pergunta...🫶

Uma vez minha psicóloga me pediu para fazer o seguinte exercício: me descrever para um ET 👽🛸 para que ele pudesse me reconhecer e me encontrar aqui na Terra.

Foi desafiador mas ao mesmo tempo maravilhoso!

Deu uma canseira, uma dor de barriga rsrs

E é difícil mesmo reconhecer e dar valor a todas as nossas partes. Normalmente ficamos apegados a nossa carreira, títulos, trabalhos que geraram visibilidade ou status ( and grana)

Vale super a pena escrever e depois se reconhecer na nossa própria fala. Observar a verdade, a nossa essência, nosso ego, identidade...

Curtir
Danilo Willian
Danilo Willian
29 de set. de 2022
Respondendo a

Verdade Maria, esse é um bom exercício também!


Escrever e falar sobre nós mesmos nos obriga a nos ver sem filtros, sem falsa modéstia, ou humildade exagerada.

Por isso incomoda bastante! Principalmente pra nós, que muitas vezes não nos colocamos em primeiro lugar.

Na verdade da até uma agonia kkkk


Curtir

Danilo Willian
Danilo Willian
29 de set. de 2022

Nossa mano, isso é muito profundo e complexo.

Eu pensei durante muiiito tempo sobre isso e cheguei a conclusão de que a mente não consegue definir o Ser.

Toda definição é limitada a uma coisa ou outra, portanto ela sempre é incompleta. Por exemplo se digo que sou calmo, quer dizer que nunca me irrito com nada?

Isso me fez compreender que o Ser é fluido, é permanente. Mas quando olhamos para o que somos dentro de uma perspectiva temporal, onde as coisas começam e terminam, temos a sensação de que somos isso ou aquilo. No entanto estamos apenas sendo!

De qualquer forma esse exercício que você colocou nos ajuda a perceber isso, a ter mais consciência dos nossos ciclos…

Curtir
Danilo Willian
Danilo Willian
29 de set. de 2022
Respondendo a

Siim, muito loko isso kkkkk

No minuto seguinte você pode fazer uma escolha que te levará a ser outra coisa.


Mas como a Maria colocou ali, mesmo entre as indas e vindas, entre o que fomos, somos e seremos, parece haver algo essencialmente nosso que não muda, algo que é difícil de explicar, descrever!


Curtir
bottom of page