top of page
hotmart i (4).png
  • Foto do escritorMaria

✧Saber ou sentir?✧





“Abandonar o saber

Abraçar o sentir”


Essa frase não é minha…

Essa frase eu ouvi da minha deusa Andreia Peixoto em um dos encontros terapêuticos ministrados por ela em que participei. E, obviamente ressoou muito forte em mim, pois tem a ver com o meu processo e também com o meu momento atual.

Eu, com minha personalidade analítica, construí uma carreira baseada no saber científico, baseada em evidências e em técnicas consagradas.

E essa minha personalidade se fez presente até mesmo nos meus estudos sobre espiritualidade e autoconhecimento. Eu buscava entender usando a mente, buscava explicações e respostas racionais. E como a espiritualidade não é território do saber com a mente, nada fazia muito sentido.

Passei pelo processo de desconstrução da minha realidade de maneira compulsória, mas hoje eu escolho estar nesse lugar de buscadora do sentir, de ser humano em reconstrução. Hoje, meu processo passa pela desconstrução do saber, da mente e da necessidade de explicação.

Existem muitas verdades no mundo. Aprender sobre elas, me gerava dúvidas e confusão. Gerava também ansiedade e aquele sentimento de que você nunca vai dominar tal assunto. Gerava comparação.

Mas uma hora a ficha cai.

E olhar para outra direção fica quase impossível.

Passei a olhar pra mim.

Passei a me perguntar qual era a minha verdade.

E comecei a dar valor a tudo que fazia sentido pra mim.

Voltando o “foco” para dentro e reacendendo a chama do coração.

Na verdade, essa chama nunca se apaga.

Faltava mesmo um pouquinho de iluminação.

4 comentários
bottom of page