top of page
hotmart i (4).png
  • Foto do escritorHigen

Um sonho esclarecedor

Antes de me aventurar na pictopsicigrafia, tive um sonho que só depois de um certo tempo entendi que era uma resposta.



Gif que fiz da árvore de ponta cabeça do sonho.


Estava em um lugar que parecia muito as catacumbas que o Indiana Jones entrava, como uma câmara de um templo todo de pedra. Sei que apareci lá como num passe de mágica.

Era um lugar com uns 8, 10 metros², e tinha uma área vazia com uma mesa de pedra diante de algum pedestal. Lembro de parar e pensar que se eu me movesse, talvez acionasse alguma armadilha, mas depois me esqueci disso, e não vi nenhuma armadilha. Olhei essa mesa, o tampo dela era entalhado com quadradinhos, cada um com um desenho ou escrita trabalhada. Não cheguei perto do pedestal. Depois olhei para o meu lado direito e vi uma prateleira mais alta que eu com uma estátua de porcelana de uma figura que eu, de onde estava, olhando de baixo, fiquei sem entender o que era. Notei que a sala não tinha portas e nem janelas, mas era bem iluminada com uma luz branca.

Olhei com mais atenção para essa prateleira, era uma estátua com corpo de santo ocidental, branco e preto, bem brilhante (por causa da porcelana). A figura usava uma túnica até os pés, segurava alguma coisa nos braços, mas sua cabeça era de vaca. O que eu via de baixo, onde estava, eram as narinas da vaca. Pensei comigo EITA, ELES VENERAM VACAS!

Nada me era estranho ali, mas tudo me deixava muito curiosa para explorar. Reparei que o lugar tinha vários nichos como se fossem altares a divindades diferentes.


No meio desse salão tinha uma árvore grande de tronco na cor mel, sem folhas. Tinham coisinhas coloridas penduradas nos galhos, mas não olhei muito.

Do lado esquerdo, tinha outro nicho com uma árvore de ponta cabeça. Ela saia do teto e ficava com os galhos balançando em algum ritmo, como se fosse vento (mas não estava ventando). Era uma árvore sem folhas, com tronco na cor mel também, mas ela tinha a aparência de um balão quase murchando, não aparentava ser sólida como uma árvore. Muito estranho.

Cada vez que ela se balançava, eu ouvia um som tipo uuuuUUuUUUUuuuuu. Era um altar meio assustador, mas eu estava fascinada.

Nos galhos dessa árvore tinha uma fruta meio comida na cor roxa, era uma fruta toda roxa e meio esfarelenta, como se fosse feita de areia. O formato dela lembrava uma esponja de maquiagem, tipo uma coxinha. Peguei essa fruta e comecei a desenhar na palma da minha mão com ela, e ela se esfarelou bastante. Fiquei preocupada em como eu iria colocá-la de volta daquele jeito, mas parece que ela já estava meio comida porque outra pessoa deve ter feito o mesmo.

A devolvi nos galhos balançantes e soprei minha mão. Muita areia roxa voou, mas uma boa parte ficou grudada na minha palma.


Acordei e anotei esse sonho, e o que mais me chamou a atenção (depois do altar de vaca) foi esta árvore de ponta cabeça com a fruta roxa.

Tive outros sonhos onde apaguei coisas e assoprei a poeira, mas agora entendo que essa era uma mensagem do tipo: VOCÊ PODE MATERIALIZAR IMAGENS.


E imagens diferentes, né? (pensando no altar de vaca de novo).


Nas minhas captações, já vi figuras humanoides, já vi apenas imagens com elementos que para mim não faziam sentido (mas para a pessoa que pediu a captação fazia TODO sentido), já vi animais, já vi paisagens. Já me questionei se o fato de não ver sempre uma figura não estaria errado.

Mas acredito que não.

Afinal, vai do mentor/mentora/auxiliar da pessoa querer revelar algo. E a minha função é apenas materializar essas imagens e "assoprá-las" no infinito.


1 comentário

1 Comment


Danilo Willian
Danilo Willian
Oct 08, 2022

Que legal, jovem!

É uma habilidade muito bonita essa de materializar imagens.

Fico muito feliz por vc e já sou um admirador do seu trabalho!

Sem puxação de saco kkkkk


Like
bottom of page